Aniversário de dez anos de um casamento arranjado

DSC_4645Foi no dia 06 de Junho de 2006, Mateus com três anos, estava sentado no chão, brincando com os brinquedos que tínhamos trazido na sua malinha de bordo. Amanda que tinha acabado de completar dois anos, tinha os olhos de jabuticaba arregalados e chupava uma chupeta azul com muita vontade… Seus cabelos estavam espalhados como se fossem pétalas negras de uma flor delicada. Coloquei ela sentada com o irmão para brincar também. Estavam tranquilos. Nem parecia que os últimos 9 meses tinham sido caóticos. Sem lugar fixo para morar, dormindo em quartos, banheiros, no chão, em aviões e hotéis. Mesmo com todas essas mudanças eles pareciam felizes e bem humorados. Era como se tivessem numa aventura em um parque de diversão. Nos vários aeroportos que passamos eles sempre estavam sentados em cima das montanhas de malas que estávamos carregando. As malas eram suas naves espaciais que eles usavam para se movimentarem em terra. A única coisa que eles queriam saber era que um de nós estivéssemos por perto. A casa deles tinha se tornado nossa presença. Se estivéssemos com eles, se sentiam tranquilos e seguros.

00009

Era muito tarde. O avião atrasou muito e chegamos no aeroporto de Luton já de madrugada. Estava frio. Por fim o sono chegou e como não sabíamos que horas chegaria nossa carona para nos levar para a nossa nova casa, decidimos montar acampamento ali no aeroporto mesmo. Sem nenhum problemas os menores se aconchegaram no ninho de pano que fizemos no chão pra eles e dormiram como se tivessem em casa. Eu e Paulo olhamos um para o outro em silêncio. Não tínhamos coragem de expressar nossos medos. Nesses momentos, um olhar pode comunicar muito mais do que palavras. Não tínhamos a mínima ideia do que nos esperava. Decidimos não perguntar, para não criar expectativa. Tínhamos deixado absolutamente tudo pra traz e fechado a porta, para que não tivéssemos que ser tentados a voltar nos momentos difíceis que sabíamos que iriaamos passar.

00007Me lembro que enquanto observava meus rebentos dormindo decidi ir la for a pra sentir cheiro desse pais que seria minha casa pelos próximos anos. Queria sentir o cheiro da Inglaterra rsrs. Engraçado como minhas memórias sempre estão ligadas ao cheiro do momento. O cheiro era úmido, e me trazia conforto. Fechei meus olhos para poder fotografar na minha mente a fraganciadaquele momento e então agradeci a Deus pela sua fidelidade em nos trazer para essa nação.

 

dsc_0064

 

Hoje 10 anos depois, o continuo sentindo esse cheiro. Sempre que viajo e volto, é como se a fotografia na minha memória fosse retirada da gaveta para que possa lembrar aquele primeiro momento nesse país que hoje se tornou minha casa, minha nação.

 

 

Consid00010ero minha relação com a Inglaterra um casamento. Foi um casamento arranjado, não escolhi vir morar aqui. Muitas vezes tive que escolher amar esse pais, esse povo mesmo quando meus sentimentos me convidavam a voltar para o Brasil. Foi um amor que foi construído aos poucos. O conhecimento da cultura foi me ensinando a admirar e a amar sem pressa sem cobranças.

 

00018

Nesse casamento, como em qualquer outro eu ganhei uma aliança como símbolo da importância dessa união, Um símbolo que vai me ligar a essa terra pra sempre. O meu filho Lucas. Seis meses depois de chegar aqui, sem que tivesse planejado eu engravidei. No momento que descobri a gravidez, fiquei confusa, perdida.

Era como se tivesse recebido o anel de casamento, mas não me sentisse preparada para me unir com com esse noivo que ainda não conhecia direito.

Como eu poderia ter um filho em um lugar estranho? Toda minha vida de casada tinha planejado que todos os meus filhos nasceriam no Brasil e qualquer mudança de pa[is aconteceria depois de concebe-los, no conforto do meu pais, dos meus amigos, da minha família,.

00031

Porém nossos planos não são os planos do Senhor. Lucas é a minha aliança com a Inglaterra. Ele, que foi concebido e parido aqui, foi quem me ajudou a aprender amar e deixar essa nação fazer parte da minha vida e eventualmente se tornar minha nação.

 

DSC_4645

Hoje, quando completamos 10 anos que chegamos nessa terra, eu posso dizer sem dúvida que valeu a pena!!!!

Obrigada por ter feito parte dessa caminhada conosco. Com estilo de vida que escolhemos viver, só é possível permanecer o apoio de amigos e familiares. Você faz parte dessa caminhada. Somos gratos pela sua vida. Obrigada você que tem paciência de ler nosso informativo, que tem orado pela nossa família e ministérios durantes esses anos, que nos recebeu em sua igreja ou na sua casa, que nos patrocinou em nossos projetos. Vocês fazem parte da nossa história. Vocès fazem parte da construção desse casamento arranjado com tanto amor e carinho.

Feliz 10 anos de Inglaterra pra nòs!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s